Na Aula

Na aula: Croqui de Moda

Minha primeira experiência na faculdade foi a cadeira de croqui. Sim, ótima introdução.

Você realmente não precisa saber desenhar para entrar na faculdade de Moda, acredite quando lhe falarem isso. Tudo tem técnica e com o tempo você memoriza isso e cria sua própria forma de desenhar.

Ainda não tive aula de desenho técnico, ok? Só para não deixá-los nessa expectativa.

Algumas dificuldades apareceram pra mim, como lembranças. Eu tinha parado de desenhar há muito tempo por desistir de tentar fazer mãos, pés e rostos. Com a aula de Croqui de Moda pude resolver estes pequenos traumas do passado. Existem diversas formas de desenhar mãos, pés e rostos que ajudam quem não consegue fazê-los realisticamente bem.

Pelo menos no caso da minha faculdade, as aulas de desenho acontecem em uma sala específica para isso. Infelizmente é comum os estudantes reclamarem da iluminação, mas só por causa do incômodo nos olhos mesmo, nada que atrapalhe o desempenho dos seus desenhos. O foco sempre é a roupa que você vai desenhar, com o tempo você vai aprender a destacá-la ao invés de inventar detalhes em outras partes do desenho. Eu fazia muito isso, parei. Eu hoje nem desenho rosto no meu croqui e o chão é quase invisível.

As técnicas que mais gostei de aprender foram as para representar brilho, renda e dobras. Os efeitos de um croqui de aquarela também é lindo. Aliás, lembrando disso, não existe aula mais relaxante (das que eu conheço até o momento) do que essa. Muitas vezes eu cheguei estressadíssima do trabalho, irritada com problemas pessoais, mas esquecia tudo depois de alguns desenhos. Eu sempre fiquei até o fim por isso.

Não desista de desenhar, é importante que desenhe todos os dias. Você vai ver diversas pessoas desenhando MUITO bem sem nem mesmo se esforçar muito, vai ver pessoas com dificuldades até o fim do semestre e por aí vai. Tudo depende se é o foco que você quer dar à sua carreira, se tem tempo para se dedicar ao desenho e etc.

Vai gastar, sim. Muito. Os materiais são caros, são muito utilizados sim e não tem como escapar. Eu comprei um jogo de 24 cores da aquarelável de uma marca/linha não profissional, um bloco de papel manteiga, outro de papel de desenho 180 g/m² (prefira de 200 ou mais), régua, folha de ofício, lápis 6B, lapiseiras e esfuminho. Assusta no início, mas depois você se acostuma a abrir a carteira.

CorquisPolaroid

“É isso que eu gosto na minha moda; ela me deu uma voz e eu a uso como um meio de expressão.” – Vivienne Westwood

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s