Notícias

#StopAsianHate

Protest GIF by GIPHY News

Durante a pandemia, entre 2020 e 2021, houve um aumento significativo nas denúncias de crime de ódio contra asiático-americanos nos Estados Unidos e isso instalou um alerta ao redor do mundo. A hashtag #StopAsianHate tem como objetivo chamar a atenção para que mais pessoas entendam o problema e possam ajudar.

Só nos Estados Unidos, mais de 4 mil casos foram registrados, sua maioria em Nova Iorque. Após ataques ocorridos a asiáticos em Atlanta e São Francisco essa semana, a organização AAPI (Asian Americans and Pacific Islanders) está recebendo doações em dinheiro para enviar subsídios a outras organizações relacionadas que trabalham para alertar a sociedade e órgãos do governo sobre questões de ódio contra asiáticos-americanos. Até a finalização desse post, a campanha já arrecadou $ 3.147.850, a meta é chegar a $ 4.000.000. O movimento 18MR está colhendo assinaturas para chamar atenção de grandes redes sociais para que tomem atitudes contra a disseminação de notícias falsas envolvendo povos asiáticos, o que triplicou desde o início da pandemia. Até a finalização desse post, há mais de 16 mil assinaturas. O objetivo é 25.600. Para assinar: https://action.18mr.org/stop-antiasian-violence/ ou para doar: https://pt.gofundme.com/f/support-aapi-community-fund e siga @apexforyouth para conhecer e se possível apoiar a instituição que ajuda jovens asiáticos de baixa renda em Nova Iorque.

Michelle Lee, editora-chefe da Allure, postou um vídeo em seu Instagram onde mostra preocupação pela comunidade asiática, citando os ataques a idosos asiáticos-americanos na última semana. Em outro vídeo, ela reúne designers e influenciadores de moda asiático-americanos para pedir ações eficazes contra esses crimes. Alerta: o vídeo também contém imagens de agressões contra asiático-americanos.

O blogueiro Bryanboy e a editora Aya Kanai (Marie Claire, Cosmopolitan, Nylon, teen Vogue) também postaram vídeos em suas redes sociais para somarem suas vozes com o movimento. Marcas que também demonstraram apoio foram Valentino, Carolina Herrera, Tommy Hilfiger, Tory Burch, Oscar de la Renta, Kate Spade, Nike, Adidas, Converse, Under Armor e Dior.

No semestre passado, o designer Phillip Lim mudou seu estúdio para Chinatown (NYC) e declarou que está desde então empenhado em ajudar a organização AAPI. Segundo ele, foi um momento de lucidez quando entendeu que não poderia mais separar Phillip, a pessoa, de Phillip Lim, a marca. O bairro passa por um longo período de violência e depressão econômica.

“É tão simples quanto isto: a violência contra qualquer grupo é uma questão humana. A indústria que afirma estar ‘acordada’, a indústria que tem o poder visual de influenciar bilhões e bilhões de pessoas em todo o mundo, é uma responsabilidade de nossa indústria falar e se apresentar por nós.”

Prabal Gurung, estilista

O designer Ji Oh aponta para a Moda como principal movimento a abordar o tema. Para ele, a moda está intimamente ligada à comunidade asiática. “Nos bastidores, a maioria dos trabalhadores são asiáticos. Se a indústria não se impõe por essas pessoas então está negligenciando a si. É uma indústria que tem muito poder de imprensa.”

Em 2019, a região Ásia-Pacífico empregava mais de 65 milhões de trabalhadores no setor de vestuário, ocupando 75% no mundo. Com a chegada da pandemia, houve uma queda brusca nas encomendas para esses países, uma queda de 70% nas vendas.

Stephanie Morimoto, proprietária e CEO da marca de bem-estar Asutra, falou com a Women’s Wear Daily sobre o assunto. “Falar e postar nas redes sociais não é o suficiente. Para os investidores, seja mais inclusivo. Incentive os varejistas a considerar as necessidades dos ásio-americanos. Para as marcas, vamos pensar em diferentes tons de pele e soluções diversas ao criar um produto. Ao compartilhar imagens em campanhas, vamos amplificar vozes que não são ouvidas com frequência.”

A sua marca preferida se posicionou publicamente sobre o assunto?

Fontes: Dazed, Buro 24/7, The Wall Street Journal, Women’s Wear Daily

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s